quarta-feira, 4 de maio de 2011

Aos recém suspirantes..




Todo mundo fala de amor.

Talvez, porque dele todo mundo conheça um pouco.
Quem já não amou? O pior é que até existe!

Mas esse texto não é para essa pessoas.

Esse texto, é para todo mundo que já foi ridiculamente admirador de alguém.
Para todas aquelas pessoas que choram e riem de alegria e de tristeza.
Que sentem o coração desmarcar o passo sempre que se vê o outro.

Ou, quando bate aquele ciúminho de vez em quando,
Digo: "Ciumizinho", porque aquele ciúme cotidiano e desmedido, não é para as pessoas desse texto.

As pessoas deste texto, são aquelas que acordam as 5 da manhã

naqueles dias em que das nuvens chove sono e mal humor,

sorrindo e abraçando o travesseiro.
Porque para elas, nuvens cinzas são arco íris.

Esse texto é para as pessoas que fazem o bem, porque agora amam à tudo.
Para quem tá acompanhado mesmo que esteja sozinho.
Para aquelas pessoas que se sentem a pessoa mais linda e agradável do mundo
quando saem na rua, pela forma com que as pessoas lhe olham.
Para aquelas pessoas que não vêm obstáculos,
e sim o preço de viver um grande sentimento.


Para aqueles que dormem na rua,
que fazem poeminhas com rima

Para aqueles que se pintam de azul,
para aqueles que tocam nas nuvens

E vivem no mundo da lua.


É pra você,
que acabou de se identificar em minhas palavras
que dedíco esse texto
Eu aproveito para parabenizá-lo

E agora desejar..

De todo meu bem querer:


Um Grande amor pra você!


D'u Carvalho :]

Um comentário:

Antonio de Aruanda disse...

Esse texto é para mim. Valeu, primo. Beijo.